EUROPA/ESPANHA - As terciárias capuchinhas assistem anualmente 4.600 crianças de famílias pobres na Guiné Equatorial

Quinta, 20 Outubro 2016 menores  

filipvandingenen

Valencia (Agência Fides) - A Ong espanhola Promoção e Solidariedade com os pobres do Terceiro Mundo (PROYSO), fundada pela congregação das Terciárias Capuchinhas, colabora, desde que foi criada, há 20 anos, com a atividade e a manutenção de um centro de nutrição que assistiu mais de 4.600 crianças na Guiné Equatorial, como também outros projetos acompanhados pelas religiosos no país africano. Atualmente, o principal assiste no centro infantil “Luis Amigó” (CILA) da cidade de Evinayong, na Guiné Equatorial, 250 crianças de 2 a 5 anos, provenientes de famílias pobres.
No CILA, três religiosas, professoras de língua-mãe e um cozinheiro cuidam das necessidades básicas relativas à alimentação, saúde e instrução de crianças, a quem oferecem café da manhã, almoço e material escolar. Nesta mesma sede, a congregação lançou, mais de 15 anos atrás, o posto de saúde Luis Amigo, onde duas irmãs, ao lado de pessoal nativo, oferecem assistência de saúde a 4500 pessoas por ano, principalmente crianças do CILA, com vacinas e medicamentos, sobretudo contra a malária.
O posto de saúde atende também o resto da população de Evinayong, especialmente os doentes crônicos de Aids, diabete e hepatite, gestantes. Incluem-se na assistência também oito aleias em um raio de 50 km de Evinayong, pois na Guiné não há serviço de assistência de saúde público e o existente não é ao alcance de todos os pacientes. (AP) (20/10/2016 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network