EUROPA/ESPANHA - Hoje, o Dia Mundial contra o tráfico de mulheres, meninas e meninos

Quarta, 23 Setembro 2015

Bilbao (Agência Fides) – Desde 1999, todos os anos, em 23 de setembro, se celebra no âmbito internacional o Dia Mundial Contra o Tráfico de Seres Humanos, com o único objetivo de denunciar e desarraigar esta prática ilegal, oferecer assistência às vítimas que sofreram abusos sexuais ou foram obrigadas a trabalhos forçados, que em geral são mulheres e crianças. O fenômeno afeta todos os países do mundo com várias modalidades, a mais difundida é a exploração sexual que, além do trauma físico, deixa também sinais psicológicos muito fortes.
Segundo os dados publicados por Anesvad, Ong espanhola que cuida sobretudo do desenvolvimento e tutela sanitária como direito fundamental de todos, e enviados a Fides, quase 6 milhões de meninos e meninas são obrigados a trabalhar em todo o mundo e 1 milhão e 800 mil são explorados na indústria do sexo. Outros dados do estudo afirmam que 35% das mulheres e meninas sofreram violência sexual, 47% foram ameaçadas e 20% fechados numa habitação. 70% dos entrevistados trabalham a semana inteira e 30% pelo menos 11 horas por dia. Na Europa, de 2010 a 2012, foram registrados cerca de 30 mil vítimas do tráfico de seres humanos, um aumento de 28% em relação a 2008-2010. Dentre esses, 69% foram explorados sexualmente, 17% com idade entre 12 e 17 anos, enquanto 2% com menos de 11 anos. Na Espanha, segundo dados registrados de abril de 2013 a dezembro de 2014, causaram 11 mil vítimas. A Organização Internacional do Trabalho declarou que em todo o mundo existem 4 milhões e quinhentas mil vítimas de abusos sexuais, 90% são mulheres e meninas. (AP) (23/9/2015 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network