ÁFRICA/ETIÓPIA - Renúncia do Vigário apostólico de Hosanna e nomeação do sucessor

Segunda, 10 Abril 2017

Cidade do Vaticano (Agência Fides) – Em 8 de abril de 2017, o Santo Padre Francisco aceitou a renúncia ao governo pastoral do Vicariato Apostólico de Hosanna (Etiópia), apresentada por Dom Woldeghiorghis Matheos. O Papa nomeou como Vigário Apostólico de Hosanna o rev.do Seyoum Franso Noel, Vigário Delegado do Vicariato Apostólico de Meki e Diretor Nacional das Pontifícias Obras Missionárias. Foi-lhe confiada a sede titular episcopal de Eminenziana.
O Rev.do Seyoum Franso Noel nasceu em 20 de agosto de 1970 na Etiópia, em Arsi (Distrito de Gololcha, aldeia de Waragu), no Vicariato Apostólico de Meki. Depois dos estudos secundários na escola católica de Meki, estudou Filosofia e Teologia no Instituto Franciscano Capuchinho em Addis Abeba, afiliado da Universidade Urbaniana, onde obteve o Mestrado em Teologia.
Após a ordenação sacerdotal, ocorrida em 5 de setembro de 1998 para o Vicariato Apostólico de Meki, ocupou os seguintes cargos: 1998-1999: Assistente do reitor do Seminário Maior de Meki, em Addis Abeba; 1999-2002: Reitor do Seminário Menor de Meki e assistente do Pároco da Catedral; 2001-2003: cursos de Management geral no Instituto Alpha Education and Share Company ad Addis Abeba, obtendo o diploma; 2002-2006: Assistente do Secretário na Secretaria Católica Nacional em Addis Abeba; 2006-2012: Estudou Missiologia na Pontifícia Universidade Urbaniana, onde obteve o Mestrado e o doutorado, residindo no Pontifício Colégio São Pedro.
Desde 2012 é Vice-Secretário geral da Secretaria Católica Nacional em Addis Abeba, desde 2013 Diretor Nacional das Pontifícias Obras Missionárias e desde 2016 Diretor do Departamento Pastoral da Secretaria Católica. Desde 2015 é também Vigário Delegado de Meki.
O Vicariato Apostólico de Hosanna, criado em 2010, tem 8.214 km2 e 2.695.564 habitantes, dos quais 124.225 católicos. Existem 29 paróquias, com 60 sacerdotes (50 diocesanos, 10 religiosos), 42 religiosas, 2 diáconos próximos da ordenação sacerdotal e 4 seminaristas maiores. (SL) (Agência Fides 10/4/2017


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network