ÁFRICA/QUÊNIA - Assassinado em um furto o guardião da paróquia de Nyalenda, em Kisumu

Segunda, 20 Março 2017 penúria   violência  

Nairóbi (Agência Fides) – Foi assassinado em um furto o guardião da paróquia de Nyalenda, favela na cidade de Kisumu, centro-oeste do Quênia, no lago Vitória, na noite entre 18 e 19 de março.
George Omondi, 47 anos e cinco filhos, foi atingido várias vezes na cabeça e no pescoço por alguns bandidos que tentaram entrar na casa do pároco, pe. George Kraakman, missionário holandês de Mill Hill, impedindo a entrada dos ladrões.
Pe. George acordou repentinamente e viu o guardião no chão, numa poça de sangue. Levado imediatamente ao hospital, os médicos só puderam constatar a morte.
Os bandidos roubaram da dispensa uma geladeira repleta de alimentos, mas aparentemente não cometeram sacrilégios na igreja. Recentemente, a polícia intensificou os controles na área, aonde se registrou um incremento de crimes violentos.
A penúria que está atingindo a África oriental está tendo forte impacto também no Quênia, onde metade do território está atingido pela seca. O Presidente Uhuru Kenyatta decidiu empregar o exército nas regiões de Baringo e Laikipia, no Rift Valley, para apoiar a polícia na tentativa de deter as violências entre agricultores e pastores, que desde fevereiro causaram 21 mortes. (L.M.) (Agência Fides 20/3/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network