ÁFRICA/TUNÍSIA - A Tunísia está preocupada por uma eventual intervenção militar na Líbia

Sexta, 4 Março 2016 política internacional  

Túnis (Agência Fides) - “A Tunísia está muito preocupada por uma possível intervenção militar de potências ocidentais na Líbia”, afirma pe. Jawad Alamat, Diretor nacional das Pontifícias Obras Missionárias da Tunísia, em conversa com a Agência Fides sobre uma possível ação na Líbia de alguns países europeus e árabes, com o apoio externo dos Estados Unidos, para impedir o avanço do Estado Islâmico e em perspectiva, favorecer o nascimento de um governo de unidade nacional.
“A Tunísia é já frágil internamente por causa da situação econômica e social. Uma intervenção externa na Líbia pode ter sérias repercussões também na Tunísia” explica pe. Jawaad. “Já colhemos os primeiros sinais, inquietadores. Justamente ontem, alguns terroristas que queriam entrar na Tunísia pela Líbia foram mortos pelas forças da segurança”.
“Assim, a Tunísia, que se encontra em situação frágil devido à instabilidade interna, não quer absolutamente que a crise líbica precipite e supere os confins. Por isso, pelo que pude entender, o governo de Túnis não concorda com uma eventual ação militar externa na Líbia e defende um diálogo político para sair da crise que nosso vizinho atravessa”, conclui pe. Jawaad.
(L.M.) (Agência Fides 4/3/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network