AMÉRICA/CUBA - Continua a difundir-se o vírus zica. Contagiados cerca de trinta países

Quinta, 3 Março 2016 saúde  

brar_j

Havana (Agência Fides) – Funcionários da divisão de Higiene e Epidemiologia, que pediram o anonimato, confirmaram que, em 28 de fevereiro, as autoridades sanitárias cubanas haviam registrado 21 casos de vírus zika em Cuba. O governo da ilha continua a negar a presença da doença no território nacional. O primeiro caso registrado ontem, 2 de março, é o de uma estudante de medicina venezuelana que parece ter contraído o vírus na Venezuela. A informação referida pelos epidemiologistas concorda com outra, da semana passada, difundida por reservistas mobilizados especialmente para intervenções no campo da saúde. Uma nota à imprensa indica que segundo três recrutas instruídos para combater a difusão do mosquito vetor do vírus, um alto oficial das Forças Armadas, durante a formação, teria referido a existência de 20 casos de zica. Até ontem de manhã, o Ministério da Saúde local ainda não havia notificado nenhum caso. O governo quer evitar que se difunda o pânico entre a população e que o setor do turismo, uma das principais fontes da economia insular, sinta as consequências. O zica já atingiu cerca de trinta países no continente americano. Suspeita-se que vários casos de microcefalia registrados em recém-nascidos estejam vinculados ao vírus. Dentre estes, 8 novos casos estão na Costa Rica, todos em Nicoya. (AP) (3/3/2016 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network