ÁFRICA/ARGÉLIA - Líderes salafitas: fechar todas as igrejas do país

Segunda, 11 Maio 2015

Argel (Agência Fides) – É preciso fechar todas as igrejas cristãs espalhadas pelo território argelino, e transformá-las em mesquitas, onde for possível. Esta é proposta do líder argelino salafista Abdel Fattah Zarawi, Presidente da Frente libera salafista da Argélia, que passa como legítima a reação diante dos episódios de islamofobia que, na sua opinião, estariam se espalhando em muitos países europeus, como a França, referem fontes argelinas consultadas pela Agência Fides. Na campanha contra as igrejas, relançada nas redes sociais e blogs ligados a grupos salafistas, até as basílicas da Argélia (como Notre Dame d'Afrique, em Argel, e a Basílica de Santo Agostinho, em Annaba) são indicadas como resíduos da época colonial dos quais o país deve ser libertado. (GV) (Agência Fides 11/5/2015).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network