ÁFRICA/GUINÉ-BISSAU – Comunicado dos Bispos: conscientização e prevenção da epidemia de Ebola

Sexta, 19 Setembro 2014

Bissau (Agência Fides) - "Preocupados com a ameaça real do vírus, convidamos todas as nossas comunidades a buscar mais informações sobre a evolução da situação e a continuar colocando em prática todas as medidas necessárias para impedir a propagação do vírus", escrevem os Bispos da Guiné-Bissau (Dom José Camnate na Bissign, Bispo de Bissau, e Dom Pedro Carlos Zilli, Bispo de Bafatá), numa carta aos fiéis sobre a propagação do vírus ebola. No texto enviado à Agência Fides pela Cúria de Bissau, os Bispos convidam a colocar baldes com água e desinfetante na entrada das igrejas e locais de encontro para que todos possam lavar as mãos; a evitar encontros; a receber a Comunhão na mão; e não dar o abraço da paz durante a celebração da Santa Missa.
Os dois bispos apreciam o compromisso do governo, organizações internacionais e comunidades religiosas para evitar a epidemia na Guiné-Bissau, e notam com satisfação "o grande esforço" da comunidade paroquial de sensibilização. "Através da Caritas Guiné-Bissau, a Comissão Justiça e Paz e a Rádio Sol Mansi - continua o texto – será desenvolvido um programa de formação que irá permitir às nossas comunidades de participar ativamente na sensibilização e prevenção da epidemia de ebola e outras epidemias. Que todas as paróquias e missões estejam abertas para as diretrizes a serem emitidas". O comunicado se conclui: "Como cristãos, arraigados na fé, continuamos a pedir ao Senhor para salvar os nossos países desta doença e nos ajude a encontrar formas concretas de solidariedade para com as populações mais afetadas. Confiando no Deus da vida, enfrentamos este desafio com coragem e clareza". (SL) (Agência Fides 19/09/2014)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network