http://www.fides.org

Africa

2012-09-15

ÁFRICA/TUNÍSIA - "Os cristãos árabes estão feridos como e com os muçulmanos", afirma o Diretor das POM

Túnis (Agência Fides)- Nós, como cristãos do Oriente, como cristãos do mundo árabe, nos ferimos quando acontecem fatos do gênero", afirma à Agência Fides pe. Jawad Alamat, Diretor Nacional das Pontifícias Obras Missionárias da Tunísia, referindo-se ao filme que ofende o Profeta Maomé e que suscitou protestos violentos em diversas partes do mundo. Em Túnis, depois dos confrontos de sexta-feira, 14 de setembro, que provocaram dois mortos e cerca de 50 feridos, a situação ainda é tensa, em especial em torno da Embaixada dos EUA.
Pe. Alamat não quer enfrentar os aspectos políticos sobre os últimos acontecimentos, mas pretende destacar o fato de que o mundo ocidental deve aprender a respeitar a sensibilidade de outros povos e culturas. "Como cristãos árabes, o nosso esforço cotidiano é criar um diálogo de vida que depois se torna diálogo cultural e até mesmo teológico com os nossos amigos muçulmanos. Este esforço nós o fazemos como fidelidade a Cristo, que quis dialogar com toda a humanidade”, afirma o sacerdote. "No mundo ocidental, também entre os cristãos, sentimos ao invés medo do mundo muçulmano, com o qual vivemos em fraternidade, alimentada por preconceitos enormes, porque se têm uma dezena de fundamentalistas violentos como representantes de todo o mundo árabe. É como considerar todo o mundo cristão à luz do primeiro desequilibrado que faz um declaração insensata contra o Islã."
"Como cristãos árabes, estamos portanto feridos pelo que está acontecendo como e com os muçulmanos. A religião é parte integrante da nossa cultura. É bom que o Ocidente entenda bem isso e o respeite”, afirma Pe. Alamat. O Diretor das POM da Tunísia destaca por fim que a visita do Santo Padre ao Líbano demonstra o empenho de diálogo com o Islã de Bento XVI. “O fato de que haverá uma oração comum entre cristãos e muçulmanos na presença do Papa é um sinal importante de diálogo e de atenção pelo Islã", conclui Pe. Alamat. (L.M.) (Agência Fides 15/9/2012)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network