ÁFRICA/ETIÓPIA - O Outubro Missionário em meio a dificuldades e indiferença, num país pobre e faminto

Quinta, 20 Outubro 2011

Adis Abeba (Agência Fides) - Na Etiópia, a celebração do Outubro Missionário não é muito participada, por várias razões: o calendário diferente, a maior presença de comunidades de rito oriental, a fraqueza das estruturas das Pontifícias Obras Missionárias (POM). Assim, disse à Agência Fides Pe. Angelo Antolini, OFM, Diretor Nacional das POM no país africano. "Como diretor nacional – disse o cappuccino – compatíveis com os meus compromissos de missionário da primeira evangelização numa área grande do tamanho da Itália, eu ainda tentei chamar a atenção, especialmente dos Bispos, com numerosas cartas e recomendações. Na primeira semana de setembro, eu organizei dois dias de encontro em Adis Abeba para os diretores diocesanos das POM, refletindo sobre o tema da urgência da primeira evangelização no mundo, e particularmente na Etiópia. A reunião foi definitivamente positiva, continuamos esperando para ver os frutos". Contando as muitas dificuldades e seu descontentamento com a situação sempre mais crítica, em que esta população vive, faminta também do Evangelho, Padre Angelo afirma que "o Dia Mundial das Missões nunca foi celebrado em duas ou três dioceses do país" e este ano fez de tudo para aumentar a conscientização sobre este evento. (AP) (20/10/2011 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network