ÁFRICA/MADAGASCAR - Atacado convento de religiosas em Antsirabe; bandidos capturados

Sábado, 8 Abril 2017 violência   missionários  

Antananarivo (Agência Fides) – Vinte e seis pessoas foram detidas pela polícia e a gendarmaria em Antsirabe, no centro de Madagascar, em relação ao violento assalto ao convento das Sœurs de Notre Dame de la Salette de Antsahatanteraka Antsirabe, perpetrado na noite de 10 de abril.
Sete bandidos, por volta da 1h30, forçaram as portas do convento e atacaram as religiosas em seus quartos. Uma voluntária alemã, uma religiosa malgaxe e três hóspede sofreram abusos sexuais. Um colaborador da comunidade que tentou defender as mulheres foi severamente agredido.
Depois de roubar dinheiro, celulares e outras coisas, os bandidos fugiram. Das 26 pessoas detidas, sete são acusadas de participar do ataque, enquanto as outras foram ouvidas como testemunhas.
A Conferência Episcopal de Madagascar condenou severamente o crime cometido contra as religiosas: “Condenamos firmemente o que aconteceu”, afirma um comunicado dos Bispos, que “pedem ao Estado providências rigorosas para enfrentar a série assustadora de atos de banditismo em toda a ilha”.
“A Conferência Episcopal encoraja os religiosos e as religiosas que se ofereceram para servir no país que não venham menos à sua vocação”, conclui a mensagem. (L.M.) (Agência Fides 8/4/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network