ÁFRICA/MALI - Ir. Cecília: passados quase dois meses do sequestro, os Bispos lançam novas iniciativas para sua libertação

Sexta, 24 Março 2017 sequestros   bispos  

Bamako (Agência Fides)- Os Bispos do Mali lançaram uma iniciativa para obter a libertação de Cecília Narváez Argoti, a religiosa de nacionalidade colombiana da Congregação das Irmãs Franciscanas de Maria Imaculada sequestrada em 7 de fevereiro em Karangasso, no sul do Mali (veja Fides 8/2/2017).
“Os Bispos estão explorando todos os caminhos possíveis para obter a libertação da Ir. Cecília”, explica à Agência Fides Pe. Edmond Dembele, Secretário-Geral da Conferência Episcopal do Mali.
“São lançados apelos através da mídia para pedir contatos com os sequestradores”, afirma Pe. Dembele. “Além disso, a diocese de Karangasso tenta encontrar intermediários para um contato com os sequestradores, sobre os quais ainda não há informações certas”.
De acordo com o sacerdote, são consideradas duas hipóteses para o sequestro. “De acordo com algumas pessoas, se trata de bandidos da região que sequestraram a religiosa na esperança de obter um resgate e que agora não sabem como administrar a situação. Outros pensam que são efetivamente jihadistas que esperam as águas se acalmarem para se manifestar. Mas até que não houver contatos com eles, não se poderá conhecer a identidade dos sequestradores”.
“À espera de um contato concreto, a Conferência Episcopal do Mali, com a diocese de Karangasso, está lançando apelos aos sequestradores e para quem puder oferecer pistas concretas, convidando ao mesmo tempo a comunidade dos fiéis a intensificar a oração pela libertação da Ir. Cecília”, conclui Pe. Dembele. (L.M.) (Agência Fides 24/3/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network