ÁSIA/ÍNDIA - Urge deter “a aritmética do ódio” sobre o presumível aumento das minorias religiosas

Terça, 28 Fevereiro 2017 minorias religiosas   liberdade religiosa   hinduísmo   sociedade civil   direitos humanos   discriminação   dalit  

Hyderabad (Agência Fides) – Deter “a aritmética do ódio” que acusa as minorias religiosas e polariza a sociedade indiana: é o apelo dirigido ao governo nacional pela "All India Catholic Union" (AICU), a mais antiga associação do laicato católico indiano.
Em nota enviada à Fides, o presidente nacional da AICU, Lancy D. Cunha, frisou: “O Bharatiya Janata Party (Bjp) e organizações como o Sangh Parivar, promovem uma “aritmética do ódio” e aonde se realizam eleições municipais, estaduais ou nacionais difundem notícias que apontam que as minorias religiosas estão aumentando nitidamente na Índia”.
“O ministro federal para assuntos internos, Karen Rijjiju, está fazendo insinuações contra a população cristã em Arunachal Pradesh, seu estado natal, e difundindo calúnias sobre as minorias religiosas”, sublinha.
Segundo a AIUCU, o líder do BJP e Sangh Parivar insultaram os cristãos especialmente nos estados do Nordeste e Centro da Índia.
Estes discursos de ódio geram e alimentam violência contra as comunidades religiosas minoritárias, como cristãos e muçulmanos. A AICU pede ao Primeiro-Ministro Narendra Modi que cumpra a promessa de garantir segurança a todos os cidadãos indianos e reprima as campanhas de ódio que encorajam os militantes a atacar igrejas, pessoas e instituições religiosas.
A liderança AICU renova ao governo o pedido para restaurar os direitos constitucionais dos dalit cristãos, discriminados com base numa Ordem presidencial de 1950, restituindo a 200 milhões de dalit não-hindus seus direitos nos campos do ensino e do trabalho.
A AICU convida o governo a concentrar-se em questões como o trabalho, o desenvolvimento de condições de vida dos agricultores, a segurança das mulheres, a assistência de saúde e a moradia, e os sem-teto.
Fundada em 1919, em 2019 a AICU celebra 100 anos de vida. Estendeu-se a 171 dioceses indianas e é a organização laical católica mais antiga e maior da Ásia. (PA-SD) (Agência Fides 28/2/2017)

 


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network