AMÉRICA/MÉXICO - “Não devemos ficar em silêncio, mas comprometermo-nos com nossa história”, diz Dom Navarro

Quinta, 12 Janeiro 2017 política   bispos   violência   pobreza  

Manifestações contra o aumento da gasolina

Zamora (Agência Fides) – Durante a tradicional “Rosca de Reyes”, encontro para compartilhar o doce da Epifania realizado no gabinete do Bispo da diocese de Zamora (Michoacán, México) ao qual foram convidados também os jornalistas, Dom Javier Navarro Rodríguez exortou a reagir diante dos eventos de violência ocorridos em diferentes lugares da região.
“Não devemos permanecer em silêncio, somos uma democracia e como católicos somos chamados a ser luz do mundo e sal da terra e isto significa não sermos passivos, mas empenharmo-nos com nossa história, porque Papai Noel ou Chapulín Colorado (personagem cômico mexicano) não a podem mudar”, disse o Bispo.
Dom Navarro Rodríguez, recordando que em várias cidades do México houve manifestações de protesto pelo aumento da gasolina e atos violentos entre grupos de civis contra o governo, comentou: “O mais grave não são os aumentos, mas a perda de confiança nas autoridades, que veem as leis que elas mesmos convidam a respeitar serem desrespeitadas. Eis porque, como Igreja, não convidamos ao conformismo ou a ser passivos, mas a reagir, sem violência”.
Acrescentou que nós, com a ajuda de Deus, devemos mudar a história contorta, porque “no centro deve estar o ser humano e neste caso, o mexicano. Quem não crê em Deus deve crer no ser humano”.
No discurso para o ano novo, o Presidente mexicano explicou o aumento da gasolina como medida necessária, mas sem impacto significativo na inflação. Foi necessário para que o México voltasse a ser competitivo no setor energético, para não criar novos impostos ou cortes na promoção social. O aumento da gasolina comportou o aumento da cesta básica das famílias. Infelizmente, as reações foram muitas, de diversos setores sociais e com muita violência, ao ponto de contar mais de 4 mortos entre manifestantes e várias desordens em muitas cidades do país.
(CE) (Agência Fides, 12/01/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network