AMÉRICA/VENEZUELA - “Justiça e paz” denuncia a grave situação: 12 jovens desaparecidos e encontrados mortos

Quarta, 7 Dezembro 2016 jovens   política   justiça  

Forças de segurança do Estado

Coro (Agência Fides) – A Comissão “Justiça e Paz” da Conferência Episcopal da Venezuela expressa profundo pesar pelos eventos ocorridos na região de Barlovento, estado de Miranda, onde os corpos de 12 jovens, que haviam sido presos por soldados em 15 de outubro, foram encontrados em 28 de novembro em uma vala comum. O episódio ocorreu após as chamadas Operações pela Libertação e a Proteção do Povo (OLP), perpetrados pelas forças de segurança do Estado.
“Denunciamos – consta no documento recebido pela Fides – o modo em que são realizadas as Operações de Libertação do Povo (OLP) neste país, onde as autoridades estatais não cumpriram seus deveres para prevenir as violações de direitos humanos, garantir a liberdade pessoal, o justo processo e a inviolabilidade de domicílio. Denunciamos também o comportamento orgulhoso e surdo do Estado, que rejeitou e continua a rejeitar o direito internacional; a ineficiência do Estado em seu inegável dever de conter a violência social”.
O documento pede às autoridades estatais competentes “a garantia dos direitos fundamentais para todos os cidadãos de nosso país” e se conclui expressando solidariedade às famílias dos 12 jovens mortos. O texto é assinado por Dom Roberto Luckert León, Arcebispo emérito de Coro e Presidente da Comissão.
(CE) (Agência Fides, 07/12/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network