ÁFRICA/MALÁUI - Inaugurado o primeiro hospital nas montanhas de Chaone, dará assistência a 10 mil pessoas

Terça, 8 Novembro 2016 saúde   missionários  

Lilongwe (Agência Fides) - “O dia 3 de novembro, se tornará um ponto de referência para 21 povoados e 10 mil pessoas da montanha que a partir de hoje têm a possibilidade de ter assistência médica, capaz de combater a malária com a qual se acostumaram a viver”, escreve à Agência Fides Pe. Piergiorgio Gamba, missionário monfortano que participou da inauguração do hospital das montanhas de Chaone, no Maláui, criado através dos esforços das associações “Amigos do hospital do Chaone”.
A cerimônia de inauguração foi presidida por Dom Alessandro Pagani, Bispo de Mangochi, que “como verdadeiro alpinista e com raquetes na mão, repercorreu uma subida enfrentada pela última vez em 1978, quase 40 anos atrás, quando era pároco da missão Mpiri", disse Pe. Gamba.
A comunidade cristã da montanha está para alcançar a meta de cem batizados numa população de 10 mil muçulmanos. “O Maláui não viveu confrontos religiosos e um motivo são os casamentos entre pessoas de religiões diferentes que criaram um sentido de unidade que supera as diferenças”, afirmou Pe. Gamba.
Durante uma semana, o hospital ofereceu seu serviço gratuitamente, e antes que o sol surgisse, todo o hospital se viu inundado de muita gente: crianças e adultos que ficavam escondidos nos povoados pela impossibilidade de serem transportados onde poderiam encontrar um hospital.
“Serão necessários meses”, repetia a enfermeira de turno, “para limpar o Chaone de muitas doenças escondidas que afetam sobretudo os mais pobres e vulneráveis fisicamente. A escabiose, acessos nunca curados, entorses, feridas, doenças de desnutrição e também relacionadas com a falta de vacinas”. (L.M.) (Agência Fides 8/11/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network