AMÉRICA/MÉXICO - Uma missa para os muitos migrantes defuntos "anônimos", não identificados

Quinta, 3 Novembro 2016 migrantes   refugiados   igrejas locais  

"Casa do Migrante" de Nuevo Laredo

Nuevo Laredo (Agência Fides) - Para a comemoração dos mortos, a "Casa del Migrante" de Nuevo Laredo promoveu a celebração de uma Missa para todos aqueles que morreram tentando cruzar a fronteira com os Estados Unidos. Dom Enrique Sánchez Martínez, Bispo de Nuevo Laredo, presidiu a celebração eucarística durante a qual destacou a situação dos migrantes, especialmente os centro-americanos. "Eles são vítimas fáceis da insegurança que reina no nosso país", disse ele, reiterando que "pedimos às autoridades para reformular os programas de proteção para evitar esses abusos". Enfim, ele pediu uma "oração para todos os migrantes anônimos que nunca foram identificados, e são muitos ... ".
A Casa do Migrante Nazarath de Nuevo Laredo acolheu mais de 7.000 migrantes somente neste ano de 2016. Mais de 60% são mexicanos e vêm de Oaxaca, Chiapas, San Luis Potosi, Durango, Veracruz e Tamaulipas, o restante é estrangeiro, quase sempre de Honduras, El Salvador e Nicarágua. A Casa os acolhe por 3 ou 4 noites, oferecendo a eles alimento e roupas limpas, além da possibilidade de ligar para os familiares. Deste modo, conseguem descansar e, assim, prosseguir viagem.
(CE) (Agência Fides, 03/11/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network