AMÉRICA/BRASIL - CIMI denuncia violência contra os índios em Minas Gerais, ameaçado um missionário

Sexta, 30 Setembro 2016 violência   indígenas   grupos armados   animação missionária  
CIMI denuncia a violência contra os indígenas

CIMI denuncia a violência contra os indígenas

Minas Gerais (Agência Fides) - O Conselho Indigenista Missionário (CIMI) denuncia e condena o ataque de 23 de setembro, perpetrado por agricultores (fazendeiros) e pistoleiros contra a comunidade indígena Xakriabá de Vargem Grande, no município de Itacarambi, no norte do Estado de Minas Gerais. Nesse episódio de violência um jovem indígena foi ferido com pedras e pedaços de madeira, os funcionários da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) foram ameaçados e o missionário do Cimi, o leigo Nilton Santos Seixas, foi agredido, mas conseguiu escapar. Por motivos de segurança, Nilton foi obrigado a se transferir com sua família, deixando sua residência na cidade de Itacarambi.
"Há fortes indícios de que esses ataques paramilitares contra os povos indígenas estejam aumentando e estão se intensificando no interior do país, como está acontecendo no Mato Grosso do Sul", afirma o comunicado do CIMI enviado a Fides. A situação na área continua tensa. "Consideramos extremamente importante que os responsáveis pelo ataque à comunidade Xakriabá sejam imediatamente identificados, a fim de responder perante à lei por crime cometido. Toda omissão do Governo brasileiro a este respeito pode servir como combustível para novos ataques, talvez ainda mais graves, contra os indígenas e seus aliados nesta e em outras regiões do país". O comunicado se conclui: "O CIMI expressa solidariedade ao povo Xakriabá, aos funcionários e ao missionário Nilton Santos Seixas e sua família pelo fato ocorrido e as consequências dele resultantes". (CE) (Agência Fides, 30/09/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network