ÁSIA/FILIPINAS - Card. Quevedo: “O presidente Duterte deve trabalhar pela paz em Mindanao”

Sábado, 14 Maio 2016 paz   reconciliação   diálogo   islã   violência  

Cbcp

Davao (Agência Fides) – Enfrentar a questão da estabilidade e da reconciliação em Mindanao e comprometer-se rapidamente para definir o processo de paz com a comunidade islâmica e com os rebeldes comunistas: é o que pede o Card. Orlando Quevedo, Arcebispo de Davao, ao recém-eleito presidente Rodrigo Duterte, que por 22 anos foi prefeito da cidade de Davao, na ilha de Mindanao. Como apurado pela Fides, o Cardeal frisou a urgência de conversações de paz, convidando a “considerar a Igreja como uma força positiva, parceira no desenvolvimento nacional” também neste campo. Realizar a paz “é possível sem necessidade de revisões constitucionais” disse o Card. Quevedo, enquanto o presidente havia expresso, no passado, a ideia de reformar a Constituição do país, para implementar uma forma de governo federal. Segundo o Cardeal, o federalismo é um projeto a longo prazo, que não deve desviar a atenção das urgências do presente. Uma destas é a aprovação da “Lei fundamental Bangsamoro”, elaborada depois de décadas de conflito e que se paralisou antes da aprovação do Congresso, na passada legislatura.
O Arcebispo de Davao também sugeriu ao governo Duterte que considere a revisão dos livros didáticos, que “perpetuam desinformações sobre os muçulmanos e outros povos tribais de Mindanao”, lembrando os esforços realizados nos últimos anos no campo do diálogo inter-religioso. (PA) (Agência Fides 14/5/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network