AMÉRICA - Violência e criminalidade geram um recorde de refugiados na América Central

Sábado, 30 Abril 2016 menores  

NovaMexico

Cidade do México (Agência Fides) – A partir dos anos 80, o número de centro-americanos que continuam fugindo da violência e da criminalidade organizada na região alcançou cifras recordes. A denúncia foi feita pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur). No ano passado, o México recebeu quase 3500 pedidos de asilo, a maior parte proveniente de El Salvador, Honduras e Guatemala, os países mais atingidos pelo fenômeno. Um forte aumento se registra também nos Estados Unidos, na Costa Rica, no Panamá, na Nicarágua e em Belize. No comunicado enviado à Agência Fides, o porta-voz do Acnur declara: "Estamos preocupados sobretudo pelo número sempre maior de crianças e mulheres não acompanhadas que fogem com medo de serem recrutadas à força por grupos criminosos e com medo de sofrerem violências sexuais ou de serem mortas”. (AP) (30/4/2016 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network