AMÉRICA/PORTO RICO - 57% dos jovens porto-riquenhos vivem abaixo da linha da pobreza

Quinta, 21 Abril 2016 jovens   pobreza   política   áreas de crise  

Crise econômica em Porto Rico

San Juan (Agência Fides) – Enquanto o Congresso estadunidense debate as soluções legislativas para a grave crise econômica e financeira de Porto Rico (veja Fides 18/3/2016;12/4/2016), novos relatórios apontam que o índice de pobreza infantil da ilha é pior do que se temia e que a imigração está aumentando. Segundo o novo relatório do Instituto para o Desenvolvimento da Juventude, 57% dos jovens porto-riquenhos menores de 18 anos vive aquém da linha da pobreza. Quase 41% das famílias com jovens menores de 18 anos recebem vale-refeição.
A nota enviada à Fides pela “Jubilee USA Network”, rede de organizações e comunidades religiosas engajadas em promover a redução da pobreza e encontrar soluções para as crises geradas pelo endividamento internacional dos países economicamente mais frágeis, contém o parecer de Eric LeCompte, especialista em dívidas e diretor executivo da ONG: “A ação do Congresso deve incluir fortes, completos e orgânicos instrumentos de reestruturação, para levar a dívida a níveis possíveis de ser cumprida”.
E sublinha também: “A legislação deve ainda estabelecer objetivos claros para reduzir a pobreza infantil. Crianças estadunidenses estão sofrendo na ilha... Sabíamos que as coisas já estavam ruins para as crianças, mas os novos dados indicam que são piores do que pensávamos”. LeCompte escreveu uma carta ao Congresso para solicitar que no âmbito das medidas legislativas propostas por Porto Rico, seja dada prioridade à redução da pobreza infantil.
(CE) (Agência Fides, 21/04/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network