http://www.fides.org

News

2014-06-06

AMÉRICA/MÉXICO - Mega-projetos hidrelétricos prejudicam 20 mil indígenas

Puerto Escondido (Agência Fides) – O Bispo de Puerto Escondido, Dom Pedro Vasquez Villalobos, expressou-se contra os grandes projetos hidrelétricos, especialmente o de Paso de Reina, que o governo quer realizar nos municípios de Santiago Ixtayutla, Santa Cruz Zenzontepec, Santiago Tetepec, Santiago Jamiltepec e Tututepec. Seriam danificados quase 20.000 habitantes indígenas e não (povos das etnias mixtecos, chatinos, afro-mexicanos e mestiços).
Segundo a nota enviada à Agência Fides por uma fonte local, Dom Vasquez destacou que os indígenas são os legítimos proprietários das terras e territórios hoje ameaçados pelo projeto da grande diga, que poderiam atingir diretamente 3.100 hectares de 40 comunidades em seis municípios. Estas propriedades, disse o Bispo, “possuem uma grande riqueza, que, no entanto não é dos bancos e nem cotada na Bolsa de Valores. Estes povos são os guardiões da água, das plantas, dos animais e do território em que vivem. São descendentes de grandes culturas e têm grandes valores, como o sentido autêntico das festas e das línguas que fazem parte de sua identidade”.
Não é a primeira vez que a Igreja denuncia situações deste tipo, como em Veracruz, onde ainda existem tensões na região por causa das obras da usina hidrelétrica (veja Fides 15/04/2014). (CE) (Agência Fides, 06/06/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network