http://www.fides.org

News

2014-03-28

ÁSIA/SÍRIA – Míssil em uma igreja armênia de Aleppo durante a missa

Aleppo (Agência Fides) – A igreja armênio-católica da Santíssima Trindade, em Aleppo, foi atingida por tiros enquanto os fiéis participavam da missa cotidiana. O ataque danificou a cúpula e os vitrais, mas não deixou ninguém ferido. É o que confirma à Agência Fides o sacerdote armênio católico Joseph Bazuzu, pároco da igreja atingida.
"Na segunda-feira à tarde", conta Pe. Joseph, "uma série de mísseis caíram no bairro de al-Meydan. Um atingiu e danificou a cúpula da nossa igreja, enquanto dentro estava em andamento a liturgia eucarística. Graças a Deus ninguém ficou ferido. E no dia seguinte, na missa, os fiéis presentes foram ainda mais numerosos. Depois de tantos anos de violência, o medo tornou-se um sentimento que nos acompanha a cada dia. As pessoas que vivem com medo". O lançamento de mísseis devastou algumas casas na área circunstante à igreja, habitada em sua maioria por armênios. "Antes do início do conflito" refere-se à Agência Fides Pe. Joseph, "as famílias católicas armênias de Aleppo eram cerca de 250. Mas as liturgias na língua armênia contavam também com a presença de armênios ortodoxos, num total de oitocentas famílias. Agora, pelo menos, trezentos deles tiveram que abandonar suas casas, especialmente aqueles que viviam em áreas ocupadas pelas milícias insurgentes". Na madrugada de sexta-feira, 21 de março, a cidade de Kessab, de maioria armênia, na fronteira com a Turquia, foi ocupada por milícias anti-Assad durante a ofensiva lançada por eles para chegar à cidade costeira de Latakia. Centenas de famílias armênias foram obrigadas a fugir. De acordo com fontes armênias, as três igrejas de Kessab teriam sido profanadas por militantes islâmicos de Al- Nusra.
Enquanto isso, na Armênia, estão em fase de conclusão os projetos da "Nova Aleppo ", área residencial destinada a refugiados armênios provenientes da Síria que será construída perto da cidade de Ashtarak. Na fase inicial, o complexo deve acomodar, pelo menos, 500 famílias. Segundo dados fornecidos pelo Ministério armênio para a diáspora, os refugiados armênios sírios que encontraram refúgio na Armênia são cerca de 11 mil. (GV) (Agência Fides 28/3/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network