http://www.fides.org

News

2014-01-30

OCEANIA/PAPUA NOVA GUINÉ - Igreja: o aumento demográfico não é um pesadelo

Port Moresby (Agência Fides) – O aumento demográfico na Papua Nova-Guiné não é um pesadelo, mas pode se traduzir numa perspectiva encorajadora para o crescimento social, econômico e do progresso da nação. É o que afirma, em nota enviada à Fides, pe. Giorgio Licini PIME, Secretário da Comissão para as Comunicações sociais na Conferência Episcopal da Papua Nova-Guiné (PNG) e Ilhas Salomão. Papua Nova-Guiné possui grandes reservas naturais e uma extensão territorial igual a da França e um pouco maior do que a Alemanha, que têm respectivamente 65 e 81 milhões de habitantes. Papua tem menos de 8 milhões. Os dados do censo de 2011, publicados recentemente, demonstram um índice de crescimento populacional anual de cerca de 3,1%, equivalente a muitos países em desenvolvimento, enquanto o Ocidente registra um progressivo envelhecimento da população.
Esta tendência, segundo pe. Licini, não é um problema ou um “espectro” para o país, como afirmam alguns observadores, seguindo ideologias neo-malthusianas. “A PNG não precisa promover planejamento familiar ou práticas como a contracepção ou o aborto para o controle demográfico. Com uma população ainda limitada e notáveis recursos internos, a PNG pode facilmente tornar-se um país de 30-40 milhões de pessoas até o fim do século, com uma economia ainda mais forte e diversificada”, observa. “É preciso, no entanto, lutar contra a corrupção, difundir o senso de disciplina nos cidadãos e trabalhar firme pela instrução, o desenvolvimento das infraestruturas e uma sociedade livre da criminalidade”. De modo especial, um elemento-chave é o compromisso com a alfabetização de massa e com a instrução de qualidade, relacionada ao mundo do trabalho. (PA) (Agência Fides 30/1/2014)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network