http://www.fides.org

News

2013-11-13

ÁSIA/SÍRIA - Governo “ad interim” da oposição síria: excluídos, os cristãos protestam

Istambul (Agência Fides) – Representantes dos componentes cristãos siríacos e assírios da Coalizão Nacional Síria (“Syrian National Coalition”) – o cartel de grupos da oposição síria reconhecido por diversas chancelarias estrangeiras no ano passado como único representante legítimo do povo sírio – subscreveram uma declaração para denunciar a total ausência de expoentes cristãos no governo interino formado por nove ministros e instituído ontem pela Coalizão durante uma reunião em Istambul. No longo comunicado, relançado por fontes iraquianas e enviado à Agência Fides, os representantes assírios e siríacos falam de “marginalização e exclusão deliberada” que mira a expelir das escolhas operacionais uma componente “que doou muito para a revolução síria”.
Depois de dois dias de debate em Istambul, a Coalizão decidiu aderir à Conferência de Paz “Genebra 2” patrocinada pela Rússia e Estados Unidos. Não obstante os reconhecimentos obtidos no âmbito da comunidade internacional, a National Coalition e o Exército Livre Sírio a ele ligado estão cada vez mais marginalizados na luta contra Assad, hegemonizada por facções islâmicas próximas a al-Quaeda e patrocinada pelos País do Golfo. As siglas cristãs assírias e siríacas como a
Assyrian Demcratic Organization (ADO) representam uma componente exígua no âmbito da Syrian National Coalition. (GV) (Agência Fides 13/11/2013).

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network