http://www.fides.org

News

2013-06-11

ÁFRICA/SERRA LEOA – O tráfico de seres humanos provoca milhares meninos de rua

Freetown (Agência Fides) – Uma das principais causas pelas quais muitas crianças vivem nas ruas em Serra Leoa é o tráfico de pessoas. Depois de serem maltratadas e abusadas, muitas não têm outra alternativa a não ser a fuga. Milhares vivem nas ruas depois que seus pais confiam essas crianças a conhecidos sob a promessa de dar-lhes uma boa educação. Alguns traficantes são os próprios familiares, outros são estranhos ou amigos. Eles vão para as aldeias e pedem para que as crianças sejam entregues a eles, prometendo uma vida melhor na cidade e educação. Infelizmente, depois de terem sido levadas para a cidade, em vez de cumprirem suas promessas obrigam as crianças a trabalhar, a se prostituírem ou as usam para rituais. De madrugada, nas ruas da capital, se veem formas humanas apoiadas nas portas de algumas casas ou deitadas nas calçadas. Não obstante os grandes avanços feitos após o fim da guerra civil em 2002, esse país da África Ocidental continua sendo um dos países menos desenvolvidos do mundo, onde muitas famílias rurais não têm condições de educarem seus filhos. Segundo um estudo de 2010, cerca de 2.500 crianças dormem todas as noites nas ruas de Freetown. Existem muitos crimes contra essas crianças que não são averiguados e muitas vezes cometidos pela própria polícia. Apenas algumas organizações não governamentais comprometem-se a fim de reduzir este grave fenômeno em Serra Leoa e para levar as vítimas de volta para suas respectivas famílias. Uma delas é a Faith Alliance Against Slavery and Trafficking (Faast) responsável por conscientizar sobre o problema e integrar o tema aos programas de formação da força policial. A ONG abriu recentemente um abrigo para crianças vítimas do tráfico. Pe. Bosco Fambul também abriu várias casas de acolhimento e ajuda vários programas para meninos de rua. (AP) (11/6/2013 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network