ÁSIA/SÍRIA - Destruída a igreja na Mesopotâmia. O Arcebispo: "Com a guerra todos perdem"

Quinta, 31 Janeiro 2013

Hassaké (Agência Fides) - A Igreja sírio-ortodoxa de Santa Maria e a escola cristã de Al-Wahda foram destruídas em Deir Ezzor, cidade da Mesopotâmia, no centro da luta que causou o êxodo da população civil. É o que refere à Agência Fides, o Arcebispo sírio-ortodoxo Eustathius Matta Roham, Metropolita de "Jazirah e Eufrates", explicando que "é um dia muito triste para mim e para toda a comunidade". Os dois edifícios foram atingidos e destruídos no fogo cruzado entre o exército e grupos rebeldes. A Mesopotâmia, observam as fontes locais de Fides, está passando por uma "agonia lenta", e toda a população civil (árabes, cristãos, curdos e outros grupos) está pagando um preço muito alto. O Arcebispo Matta Roham disse à Fides: "Esta guerra feroz é acima de tudo uma guerra contra a nossa civilização. É um conflito em que todos perdem na destruição de nosso amado país. Se os rebeldes ou o regime acham que podem vencer, no final, acredito que encontrarão somente um país em ruínas, com milhares de órfãos, viúvas, pobres e sobretudo desestabilizado da amizade na sociedade". O arcebispo se dirige a todos aqueles que estão lutando: "Quem reconstruirá tudo o que construímos em décadas de trabalho duro? E quanto tempo vai demorar? Quem irá restabelecer as relações sociais deterioradas? Pedimos as orações de todos os cristãos do mundo a fim de restaurar a paz na Síria". (PA) (Agência Fides 31/1/2013)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network