http://www.fides.org

Africa

2013-01-24

ÁFRICA/MALI - O conflito armado agrava o já precário sistema educativo do país

Barcelona (Agência Fides) – Os conflitos armados atualmente em andamento no Mali continuam a agravar o já precário sistema educativo das crianças e, para fazer frente a esta emergência, a ong espanhola Intervida está empenhada na instrução de 738 pequenos deslocados, além da assistência a 20 mil menores vítimas da pobreza. Este estado de insegurança e de violência coloca em grave risco sobretudo a infância. Calcula-se que cerca de 300 mil estudantes não puderam voltar para a escola desde que eclodiu a guerra e que 80% dos menores refugiados em idade escolar não frequente as aulas. Já antes do conflito, o sistema educativo no Mali era muito precário, com mais de 800 mil crianças excluídas do direito à instrução.
Segundo as últimas estimativas do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), a crise que eclodiu no norte do Mali no início do ano provocou o deslocamento interno de 200 mil pessoas rumo a Mopti, Ségou e Bamako, enquanto 145 mil pessoas buscaram reparo nos estados limítrofes como Mauritânia, Burkina Fasso, Níger, Argélia, Togo e Guiné. Intervida trabalha na região de Ségou desde 2002, em favor dos direitos da infância, e integrou nos seus projetos as crianças deslocadas por causa do conflito, oferecendo a elas assistência médica e acesso à instrução. (AP) (24/1/2013 Agência Fides)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network