ÁSIA/SÍRIA - Emergência de saúde: casos de peste em Homs

Terça, 13 Novembro 2012

Homs (Agência Fides) - A situação da saúde em Homs é de alto risco: foram registrados casos de infecções e peste bubônica. É o alarme lançado por um grupo de 20 civis cristãs que vivem perto do convento dos jesuítas, no centro histórico da cidade. Os diferentes bairros do centro, como Khalydye, Hamidiye e Bustan Diwan, estão vazios após a evacuação de civis ocorrida nos últimos meses pro causa de combates entre as milícias rebeldes e as forças do exército regular. Segundo fontes de Fides, atualmente, teriam permanecido mais de 80 pessoas espalhadas em vários edifícios, não quiseram deixar suas casas, apesar dos altos riscos. Vinte cristãos vivem perto do convento dos jesuítas em Al Moukhalless, onde permanece apenas um jesuíta. O grupo vive "a solidariedade, o espírito de fraternidade e partilha do pão". Conforme referido à Agência Fides, alguns do grupo (como um farmacêutico) indicam a grave situação de saúde: os cadáveres enterrados sob as ruínas, a poeira e a sujeira, animais perdidos produziram infecções visíveis em animais e homens, com o alto risco de que na cidade possa se desencadear uma epidemia de peste. Nos últimos dias, uma equipe da Cruz Vermelha e da Meia Lua Crescente, depois de várias negociações com as partes em luta, conseguiu entrar na cidade antiga de Homs, levando gêneros alimentares e medicamentos. As duas organizações humanitárias expressaram grande preocupação pela condição dos civis. Falando à Fides, Rabab Al-Rifai, da equipe da Cruz Vermelha na Síria, explicou: “Nossa visita a Homs foi a primeira autorizada a uma delegação humanitária em meses. Durou poucas horas mas vimos feridos, idosos e doentes em estado de extrema necessidade. Entregamos ajudas e kits médicos a cerca de uma centena de civis no bairro de Hamidiye, mas não foi possível dar consultas médicas mais demoradas e profundas. É evidente, porém, que com o passar do tempo a emergência humanitária se agrava”. Nos 33 bairros administrativos em que Homs se divide, atualmente estão sob controle de rebeldes do Exército Sírio Livre e são áreas de combate os bairros de Khalydye, Bustan Diwan, Hamidiye, Salibi, Warcheh, Bab Houd, Bab Dreib, Jouret Shiyah. Nas outras áreas da cidade, a vida está se lentamente voltando ao normal. (PA) (Agência Fides 13/11/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network