ÁSIA/SÍRIA - Dois fieis sequestrados e mortos. O Patriarca Laham: "Os cristãos são instrumentalizados no conflito"

Terça, 23 Outubro 2012

Damasco (Agência Fides) – Dois fieis cristãos foram sequestrados e mortos ontem em Damasco, enquanto um carro-bomba explodiu ontem à noite nas proximidades da Igreja de Sto. Abraão, no bairro de Jaramana, norte de Damasco. Os dois fieis mortos são o irmão e o primo do jovem sacerdote pe. Salami, pároco greco-católico de Damasco. Como referido a Fides, ontem os dois estavam viajando de Qusair a Damasco. Um grupo armado os parou e os sequestrou, depois pediu um resgate de cerca de 30 mil dólares a suas famílias. Duas horas depois, os sequestradores comunicaram que ambos tinham sido mortos.
Ontem à noite, o terror chocou os cristãos e os drusos residentes no bairro de Jaramana, já conhecido por ter sofrido cerca de um mês atrás outros atentados com dinamites. Fontes locais de Fides comunicam que uma violenta explosão ocorreu nas proximidades da igreja greco-católica de Sto. Abraão, destruindo os edifícios circunstantes, mas ainda não se sabe se há vítimas e feridos.
Interpelado pela Agência Fides, O Patriarca greco-católico Gregorio III Laham, no Vaticano para o Sínodo sobre a nova evangelização, explica: "Os cristãos são usados como objetos num desafio ao governo. Não há perseguição, não são mortos por sua fé, mas são vulneráveis e são instrumentalizados para alcançar outros alvos". O Patriarca recorda com preocupação que “também o irmão do Reitor do nosso Seminário maior no Líbano foi sequestrado em 15 de julho e não se tem mais notícias dele. Esses episódios criam grande angústia entre os fieis". (PA) (Agência Fides 23/10/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network