OCEANIA/TAITI - Ano da Fé: "As pessoas estão prontas a mostrar publicamente que acreditam em Deus"

Quinta, 18 Outubro 2012

Papeete (Agência Fides) – Os católicos do Taiti se mobilizaram para o Ano da Fé, expressando a “plena comunhão” com a iniciativa lançada pelo Papa Bento XVI e desejando oferecer um “testemunho público de fé”. Como comunicado a Fides pela Arquidiocese de Papeete, mais de 500 pessoas se reuniram na Catedral em 11 de outubro para a celebração de abertura do Ano da Fé. Em 13 de outubro, a Igreja local organizou um grande encontro de mais de mil crianças e jovens, que lotaram a igreja de S. Paulo em Mahina. Domingo, 14 de outubro, uma multidão de mais de três mil fiéis deu vida a uma marcha de oração e cantos pelas ruas de Papeete, carregando faixas com slogans sobre a fé.
Como refere a Fides o Chanceler da Arquidiocese, Dominique Soupé, "é claro que as pessoas estão mais do que prontas a mostrar publicamente que acreditam em Deus". Para os jovens, em especial, nota o Chanceler, “uma tradicional procissão se transforma num cortejo de festa, que oferece um testemunho de sua vitalidade espiritual”. E a Celebração Eucarística, no respeito da liturgia da Igreja, se torna “um momento em que a música está plenamente envolvida e ajuda a relação íntima entre o fiel e Cristo".
"A Igreja no Taiti – prossegue – tem bem em mente os objetivos fixados pelo Santo Padre para o Ano da Fé: aprofundar a fé cristã e promover a nova evangelização". Com os jovens, serão abertos novos percursos específicos de fé, enquanto uma das dificuldades é "obter uma coerência entre a vida cotidiana e os ideais espirituais que se proclamam, cantado nos cortejos". A comunidade local, conclui o Chanceler, “confia na ação do Espírito Santo e num novo Pentecostes para a Igreja". (PA) (Agência Fides 18/10/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network