AMÉRICA/VENEZUELA - O Presidente da Conferência Episcopal pede um "voto de consciência, em liberdade e sem violência"

Sexta, 28 Setembro 2012

Caracas (Agência Fides) - O Presidente da Conferência Episcopal da Venezuela, Dom Diego Rafael Padrón Sánchez, Arcebispo de Cumaná, pediu aos candidatos às próximas eleições presidenciais de 7 de outubro que "se coloquem acima das próprias ideologias e pensem no bem do país". Falando de uma emissora radiofônica, acrescentou que os candidatos à presidência deveriam dar “exemplo de respeito” e “exemplo no modo de se expressar".
O Arcebispo recordou ainda que a Igreja Católica pediu três coisas ao povo da Venezuela: "voto de consciência, pensando no bem do país", "voto em liberdade, com segurança" e de "votar pacificamente". Na nota enviada à Agência Fides, Dom Padron destaca também o convite da Igreja no momento de escolher um candidato: "Buscar sobretudo que haja justiça, em especial o cuidado das pessoas mais desfavorecidas da sociedade e que, em toda a circunstância, a Constituição não seja somente um livro, mas uma realidade concreta na Venezuela".
Dom Diego Rafael Padrón Sánchez concluiu afirmando que depois de 7 de outubro tem início uma nova etapa para a Venezuela, e a Igreja estará ao lado do povo nas suas preocupações, nas suas necessidades e nas suas manifestações.
O Presidente que será eleito em 7 de outubro permanecerá no cargo por um período de seis anos. Mesmo que a lista dos candidatos apresente sete nomes, os favoritos são somente dois: Hugo Chávez Frías e Henrique Capriles. (CE) (Agência Fides, 28/09/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network