ÁFRICA/LÍBIA - Aumentam as tensões em diversas partes da Líbia, mas a população quer paz e tranquilidade

Quarta, 13 Junho 2012

Trípoli (Agência Fides) – Crescem as tensões em diversas partes da Líbia após atentados e confrontos entre milícias. Em Misurata, uma bomba atingiu a sede da Cruz Vermelha Internacional, ferindo uma pessoa que passava no local. Em 11 de junho, um trem que transportava o Embaixador britânico na Líbia foi atingido por morteiros em Bengasi, a capital de Cirenaica (leste). Somente alguns dias atrás, uma bomba explodiu nas proximidades do Consulado estadunidense em Bengasi. A propósito, Dom Sylvester Carmel Magro, Vigário Apostólico de Bengasi, afirma à Agência Fides que "a população da cidade quer paz e tranquilidade, depois de tantos lutos devido à guerra do ano passado. Aparentemente, tudo parece normal, as lojas estão abertas, as pessoas vão ao trabalho, mas no fundo se sente tensão. A comunidade internacional está sem dúvida alguma abalada com os últimos acontecimentos".
Também em Trípoli, referem a Fides fontes locais, de dia parece prevalecer a calma, mas à noite se sentem tiroteios. A presença de diversas milícias armadas pode desencadear combates como os que eclodiram na região de Mezda (sudoeste de Trípoli) entre membros da tribo de Machachia e os de Gontrar e na cidade de Zenten. Nesta localidade, estão detidos quatro membros da Corte Penal Internacional (CPI) que chegaram à Líbia para encontrar o filho de Kadafi, Seif al-Islam, detido pelas milícias locais. (L.M.) (Agência Fides 13/6/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network