AMÉRICA/REPÚBLICA DOMINICANA - Dia das Mães contra a violência doméstica

Sábado, 26 Maio 2012

Santiago de los Caballeros (Agência Fides) - O Dia das Mães, que a população da República Dominicana comemora no último domingo de maio, é uma oportunidade para levantar o problema da violência doméstica: é o que afirma a Igreja Católica local, expressando grande preocupação com a quantidade de casos de violência doméstica, que às vezes terminam em assassinato. Muitas brigas entre os membros da família, muitas vezes filhos contra pais, terminam em atos violentos que estão se difundindo e são cada vez mais frequentes no país.
Conforme assinalado à Agência Fides, o alarme sobre o fenômeno foi lançado novamente pela revista católica "Caminho", que afirma: "A situação é perigosa, porque indica que estamos caminhado para um abismo moral e estamos no limiar de uma crise social". Os bispos da nação numa mensagem ao país, publicada em janeiro (veja Fides 19/01/2012), afirmam: "A grande crise moderna é humana e moral. Estamos preocupados porque agora esta crise moral enraizou-se na alma nacional. Aqui se encontra a causa da violência generalizada que nos circunda, da violência crescente contra as mulheres e contra a família".
Diante desse quadro de violência doméstica, a Igreja faz um apelo aos fiéis com o slogan "Em família e fraternidade mudaremos a sociedade", que é o tema proposto pela Igreja Católica para o plano pastoral deste ano. "Os meios de comunicação nos permitem ser testemunhas de fatos bonitos, carinhosos e solidários, que acontecem em qualquer lugar do planeta, mas levam para dentro de casa muitos crimes angustiantes e perversos", lê-se no texto que ilustra o tema do ano pastoral. Por isso, a Igreja convida todos os homens de boa vontade a praticarem ações que incentivem o respeito pela vida, a proteção da dignidade humana, os valores do amor e do serviço recíproco, nas famílias.
Na última década, na República Dominicana o crime quase dobrou e segundo os analistas, é devido ao acesso fácil a armas, a violência ligada ao tráfico de drogas e a desigualdade social. (CE) (Agência Fides, 26/05/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network