ÁFRICA/LÍBIA - O relatório do Conselho da Europa sobre a morte no mar de 63 migrantes em março de 2011 confirma as informações divulgadas na época por Fides

Quarta, 25 Abril 2012

Tripoli (Agência Fides) – O Conselho da Europa reconheceu no seu relatório as responsabilidades da Itália, da Nato, da Espanha e de Malta na morte de 63 pessoas (entre as quais mulheres e crianças), por fome e sede em março de 2011, enquanto uma embarcação de sete metros ficou à deriva nas águas do Mediterrâneo.
O relatório, intitulado "Vidas perdidas no Mediterrâneo: quem é responsável?", foi votado em 24 de abril pela Assembleia do Conselho da Europa com 108 votos favoráveis, 36 contrários e 7 abstenções. No texto, são evidenciadas as responsabilidades da Itália e da Nato (mas também da Espanha e de Malta) na tragédia da embarcação de migrantes que saiu do porto de Trípoli em março de 2011 e ficou 16 dias em alto mar, sem que ninguém tomasse providências.
O episódio foi denunciado pela Agência Fides por Dom Giovanni Innocenzo Martinelli, Vigário Apostólico de Trípoli (veja Fides 15/4/2011), que contou que em 14 de abril de 2011 foram socorridas cerca de 10 pessoas na praia de Trípoli, "os únicos sobreviventes de um grupo de 70 pessoas que partiram rumo à Europa", declarou a Fides. "A maioria morreu no mar, outros, exaustos, na praia. São etíopes, muçulmanos e cristãos. A polícia local, depois de socorrê-los, os prendeu por um breve tempo para depois libertá-los. E então se dirigiram a nós para a assistência".
Dom Martinelli acrescentou: "O que mais me impressionou na narração dos sobreviventes é que a um certo ponto um helicóptero sobrevoou a embarcação, quando eles se encontravam à deriva em alto mar. Do helicóptero foram lançadas garrafas de água e alimentos e depois foi embora. Não se sabe a quem pertença este helicóptero, que tinha impressa a sigla "Army". Certamente não era líbico, devido à no-fly-zone". O relatório considerou crível a descrição dos sobreviventes sobre esta última circunstância. (L.M.) (Agência Fides 25/4/2012)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network