ÁFRICA/SERRA LEOA - Um serviço de telefonia dedicado exclusivamente às crianças

Quarta, 14 Março 2012

Freetown (Agência Fides) – Na Serra Leoa os menores devem frequentemente enfrentar várias situações negativas: desde os problemas pessoais, familiares, educacionais, legais e do desemprego até o trabalho infantil, exclusão, violência sexual, mutilação genital, tráfico de menores e Aids. Crianças e adolescentes se encontram diante de situações tão desesperadoras e não têm nenhuma possibilidade de resolvê-las sem a ajuda de alguém. Muitas vezes o desconforto é agravado pelo medo, pela solidão e sentimento de impotência. Para atender a essa emergência, a obra salesiana "Dom Bosco Fambul" de Freetown acaba de lançar um serviço de telefonia e consultoria para as crianças. Operativo todos os dias, 24 horas por dia, é sustentado por assistentes sociais, advogados e enfermeiros que oferecem informações, consultoria e ajuda prática às crianças necessitadas. Todas as ligações são gratuitas e são tratadas de modo anônimo e confidencial. Segundo uma nota da ANS enviada à Agência Fides, neste breve tempo de atividade, a linha já obteve significativos sucessos.
Dom Bosco Fambul há mais de 10 anos ajuda as crianças de rua, os jovens desempregados e suas famílias em Freetown. Além do trabalho direto com os menores das favelas, a obra oferece um programa de reabilitação de 10 meses a 70 crianças de rua; outros 1500 ex-meninos de rua foram amparados pelo projeto para reencontrar as famílias. Oferece também um refúgio a meninas vítimas de violência, e a mais de 400 jovens mulheres é garantida uma bolsa de estudos ou uma formação profissional de 18 meses. A obra cuida de um centro juvenil aberto todos os dias e ativo também no trabalho de apoio familiar. A partir deste ano, Dom Bosco Fambul é um membro reconhecido da "Child Helpline International", a rede global que une o serviços de telefonia para menores. (AP) (14/3/2012 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network