EUROPA/ALBÂNIA - A Nova Evangelização é endereçada não só aos cristãos que se distanciaram da fé, mas a todos os

Segunda, 3 Outubro 2011

Tirana (Agência Fides) - "A Nova Evangelização é uma das principais preocupações dos bispos europeus, e um importante trabalho já foi alcançado de diversas maneiras: sínodos diocesanos e reflexões a nível de Conferências Episcopais, publicação de documentos (em quase todos os países) e muitas aplicações práticas. "É o que se lê no comunicado elaborado no final da Assembleia Plenária do Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE), realizada em Tirana, na Albânia, de 29 de setembro a 2 de outubro (ver Fides 26/9/2011; 30/09/2011), enviado à Agência Fides.
"A evangelização é a manifestação da vida e da vitalidade da Igreja” – lê-se no texto. A Nova Evangelização é endereçada não somente aos cristãos que se desviaram da fé, mas a todos. O seu objetivo é proclamar Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, crucificado por causa de todas as misérias humanas, ressuscitado para que todos possam ter vida. Todos os fiéis, através do seu batismo, são chamados a participar: famílias, jovens que, em geral, estão mais dispostos a se tornarem missionários, mas também as paróquias, movimentos e novas comunidades. A catequese e as escolas católicas devem se tornar sempre mais lugares de evangelização. Os sacramentos, enfim, são lugares privilegiados para implementar esta Nova Evangelização. Trata-se também de buscar novos caminhos para a evangelização, como por exemplo as novas tecnologias, Internet, redes sociais. No entanto, tudo isto é possível somente se, seguindo o exemplo dos cristãos nos Atos dos Apóstolos, nos abrimos de maneira nova ao Espírito Santo: "Não haverá nova evangelização sem um novo Pentecostes!".
Dom Rino Fisichella, presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, falou na Assembleia da CCEE, observando que "a Nova Evangelização é uma oportunidade que nos foi oferecida para ler e interpretar o atual momento histórico, de modo que a atividade cotidiana da Igreja se torne extraordinária. Em outras palavras, somos chamados a viver de uma forma extraordinária o evento cotidiano da vida da Igreja que é a evangelização". (SL) (Agência Fides 03/10/2011)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network