AMÉRICA - América Latina cada vez mais missionária

Sábado, 26 Fevereiro 2011

Buenos Aires (Agência Fides) – Da América Latina chegam cada vez mais notícias à Agência Fides que indicam o crescimento do compromisso missionário ad gentes e da sensibilidade missionária. Em 24 de fevereiro, a Irmã Paula Guerreiro, da Comunidade Missionária Servos do Evangelho, na Argentina, partiu para Israel, onde vai trabalhar para a paz na conturbada Faixa de Gaza. A religiosa que fará 15 anos de vida religiosa, em 25 de maio próximo, já havia trabalhado na Diocese de Morón, na Casa dos Cegos. Dois anos atrás, em 8 de janeiro, foi fundada a comunidade de seu instituto em Israel, onde intenso era o conflito em Gaza. Naquele momento, vendo suas irmãs ir a esse país em crise, teve um só pensamento: "Deus conta comigo" e hoje realizou seu desejo.
Também do Uruguai uma religiosa partiu para a missão na República Centro-Africana. Irmã Solange Badaraco, das Missionárias Franciscanas do Verbo Encarnado, receberá o mandato missionário no domingo, 27 de fevereiro, na Paróquia Sagrada Família, em Montevidéu. Irmã Solange é uruguaia, tem 37 anos, e mais há mais de dois anos fez os votos perpétuos. No ano passado, graças à sua formação como enfermeira, passou dois meses em missão no Haiti após o terrível terremoto.
Em 21 de fevereiro, a Agência Fides relatou a notícia de três religiosas que partiram do Brasil para Porto Príncipe, capital do Haiti (ver Fides de 21/02/2011), onde vão trabalhar para ajudar as crianças e adolescentes. O trabalho a ser realizado faz parte da solidariedade entre a Igreja no Brasil e a Igreja no Haiti. Em novembro passado, nas Pontifícias Obras Missionárias (POM) da Argentina, foi celebrada a Santa Missa de "Envio Missionário" de Pe. Dante De Sanzzi, que de Secretário Nacional da Pontifícia União Missionária (PUM), foi enviado de sua diocese San Justo em missão diocesana a Sumbe, em Angola (ver Fides 5/11/2010).
Como recorda o Documento de Aparecida no nº 376: "O mundo olha para a nossa Igreja na América Latina e no Caribe, e espera um compromisso mais significativo para a missão universal em todos os continentes. Para não nos fechar em nós mesmos, temos de nos preparar como discípulos missionários sem fronteiras, prontos para ir para a "outra margem". (CE) (Agência Fides, 26/02/2011)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network