http://www.fides.org

America

2003-12-02

AMÉRICA/CHILE - “A DIGNIDADE DO SER HUMANO, O BEM MAIS DESEJADO E PRECIOSO DE NOSSA SOCIEDADE”: APELO DOS BISPOS CHILENOS À VIGILÂNCIA E À SOLIDARIEDADE”.

Santiago (Agência Fides) – Os Bispos da Conferência Episcopal Chilena, ao término de sua 86ª Assembléia Plenária, realizada de 17 a 21 de novembro últimos, enfrentaram, em sua declaração final intitulada “Tratemos os outros como gostaríamos de ser tratados”, temas delicados como a solidariedade, o crime, a pedofilia, a ofensa à honra das pessoas, o sentido autêntico da sexualidade e o dever de não dar escândalo.
Ao referir-se aos eventos que abalaram a opinião pública nos últimos tempos – pedofilia, pornografia e drogas – e à forma com que foram enfrentados pelos meios de comunicação, os Bispos destacam que “a confusão entre fatos objetivos e ações pressupostas, requer uma atenção especial e um exercício honesto na busca da verdade e na adesão a ela. Isso requer… que vivamos na verdade, na liberdade e na responsabilidade, que desenvolvamos os dons recebidos e optemos pela dignidade pessoal, não cedendo às inclinações que a ameaçam”. Os Bispos reiteraram também: “Hoje, mais do que nunca, é preciso vigiar e manter o coração atento e sensível para o bem mais desejado e precioso da nossa sociedade, a dignidade do ser humano”, e exortam “os cristãos a unirem-se aos outros homens e mulheres que buscam a verdade e resolvam os problemas morais que se verificam para os indivíduos e a sociedade (cfr GS 16)”.
O respeito da reputação e da honra das pessoas è responsabilidade de cada ser humano, mas “cabe uma atenção especial aos meios de comunicação, chamados a viver seu empenho com a verdade e o bem, para elevar o nível moral e cultural da nação e dessa forma, contribuir para a verdadeira paz”. Em seguida, destaca-se que o escândalo ameaça a dignidade das pessoas e viola o mandamento do amor ao próximo. “O escândalo – dizem os Bispos – pode ser provocado pelas leis, instituições, espetáculos e costumes que fomentam o mal ou degradam a dignidade humana. (cfr Catecismo 2284 ss)”.
Para a tutela e a promoção da dignidade das pessoas, Jesus Cristo nos deixou essa lei fundamental: “Tratem os outros como querem que os outros os tratem! (Mt 7,12)”. A virtude da solidariedade, que consiste em colocar-se no lugar do próximo e compartilhar os bens materiais e espirituais é uma expressão desse respeito e consideração pelas pessoas. A esse propósito, os Bispos fazem notar que na sociedade chilena, existem muitas pessoas que oferecem ajuda às crianças com deficiências, e auspiciam que “esses gestos de solidariedade se tornem uma corrente interrupta de solidariedade, que proponha à sociedade chilena a confiança no próximo”. (R.Z.) (Agência Fides 1/12/2003; >Linhas 31; Palavras 429)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network