http://www.fides.org

Notas

2003-10-31

“O ROSÁRIO MISSIONÁRIO: UMA ORAÇÃO À RAINHA DOS HUMILDES E DOS POBRES” - UM ARTIGO DO PE. PICUCCI RECONSTRÓI A HISTÓRIA, O SIGNIFICADO E A DIFUSÃO DO ROSÁRIO MISSIONÁRIO

Cidade do Vaticano (Agência Fides) – “Ao final de uma memorável audiência concedida na vigília da Epifania de 1959 à comunidade da então «Propaganda Fide», o bem-aventurado João XXIII, evocando seus primeiros passos como Presidente das Pontifícias Obras Missionárias na Itália, revelou seu método para a oração do Terço. «Quando era Delegado Apostólico na Bulgária, Turquia e Grécia — disse — orava muito por essas nações. Quando fui nomeado Núncio na França, tinha que recordar naturalmente a “filha primogênita” da Igreja. Eleito Patriarca de Veneza, tinha a obrigação de recordar toda a diocese, sem porém esquecer as precedentes nações. Agora que sou Papa... tenho que rezar por todas as nações do mundo, mas as orações são sempre as mesmas: Breviário e o santo Rosário. Não posso multiplicar as orações com o multiplicar-se das responsabilidades, portanto, agora faço assim: rezo o Terço missionário, recordando nos vários mistérios a Europa, a Ásia, a África, a América e a Oceania». Um Rosário do gênero não era uma nova realidade, visto que o Cardeal Fumasoni Biondi, Prefeito da «Propaganda Fide», tinha abençoado e aprovado o Rosário missionário tempos antes, dizendo que admirava o «engenhosos método de dar às pessoas uma consciência missionária por meio da cruzada mundial do Santo Rosário missionário», usado também por ele. Como é sabido, o Rosário missionário, que nasceu de uma idéia do famoso Bispo norte-americano Fulton Sheen, que inicialmente o idealizou como uma oração pelos vários continentes, é composto de uma coroa que tem cinco dezenas de cores diferentes, em referência a situações antropológicas ou geográficas.” O texto integral do artigo de pe.
(S.L.) (Agência Fides 31/10/2003 – Linhas 20; Palavras 262)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network