http://www.fides.org

Atos da Santa Sé

2006-01-28

ÁSIA/ÍNDIA - Nomeação do Bispo de Gumla

Cidade do Vaticano (Agência Fides) - O Santo Padre Bento XVI, em 28 de janeiro de 2006, nomeou Bispo de Gumla (Índia) o Rev. Mons. Paul Alois Lakra, Administrador diocesano da mesma diocese.
O novo Bispo, Mons. Paul Alois Lakra, nasceu em 11 de julho de 1955 no vilarejo de Naditoli, diocese de Gumla. Freqüentou o ensino fundamental no St. Patrick's School de Gumla e a escola média no St. Ignatius High School dos padres jesuítas, sempre em Gumla. Sucessivamente, seguiu o Curso Intermedio em Arts no Kartick Oraon College. Em 1976, entrou para o Seminário Maior de Ranchi (St. Albert's College), onde completou primeiros os estudos no St. Xavier's College, obtendo o Bachelor of Arts (1977-80), e depois seguiu os estudos de Filosofia (1980-1983). Nos anos 1983-84, desempenhou o ano pastoral ("regency") no Apostolic School de Topna. Em 1984, se transferiu para o Moming Star College de Barrackpore, em Calcutá, para os estudos de Teologia. Desempenhou o ministério diaconal em Gumla (1987/88). Em 6 de maio de 1988 foi ordenado sacerdote para a Arquidiocese de Ranchi, mas em 1993, quando foi criada a Diocese de Gumla, foi transferido para Gumla. A seguir, desempenhou diversas funções: 1988-90: Vice-Pároco e Diretor em Muria, na atual Diocese de Simdega; 1990-91: Assistant Probation Master no St. Albert's College, em Ranchi, Responsável dos estudantes do primeiro ano; 1991-93: Estudos na Pontifícia Universidade Urbaniana, Roma, onde obteve o mestrado em Teologia bíblica, residindo no Pontifício Colégio S. Paulo Apóstolo; 1994-96: Pároco do St. Jude's Church, Naudiha; 1996-98: Diretor do Seminário Menor de Karondabera; 1998-04: Secretário do Bispo de Gumla; desde 2004: depois da morte do Bispo di Gumla, Dom Michael Minj, foi eleito Administrador Diocesano da mesma Diocese.
A diocese de Gumla foi erigida em 1993, é sufragânea da Arquidiocese de Ranchi. Tem uma superfície de 5.316 km², 901.217 habitantes, dos quais 150.296 católicos, 37 paróquias, 122 sacerdotes (84 diocesanos e 38 religiosos), 21 religiosos, 256 religiosas e 85 seminaristas maiores. (S.L.) (Agência Fides 28/1/2006)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network