AMÉRICA/EL SALVADOR - CELAM cria uma Comissão para acompanhar a situação na Venezuela

Quarta, 10 Maio 2017 conferências episcopais   evangelização   bispos   direitos humanos   política internacional  
CELAM cria uma Comissão para acompanhar a situação

CELAM cria uma Comissão para acompanhar a situação da Venezuela

San Salvador (Agência Fides) - Dom Juan Espinoza, Bispo auxiliar de Morelia (México) e Secretário-Geral do Conselho Episcopal Latino-americano (CELAM), no início da XXXVI Assembleia Geral Ordinária do CELAM anunciou que esta organização fará uma declaração sobre a deterioração dos direitos humanos na Venezuela. Segundo uma nota enviada a Fides, Dom Espinoza informou também sobre a criação de uma Comissão para estudar o que acontece naquela nação.
A declaração é incentivada pela situação grave que o país sul-americano está vivendo, onde a repressão dos protestos da oposição deixou mais de quarenta mortos. Os manifestantes foram à sede da Conferência Episcopal da Venezuela para pedir a intervenção da Igreja para por fim à violência da parte das forças do Estado.
A Comissão será presidida pelo Cardeal Leopoldo Brenes, Arcebispo de Manágua (Nicarágua) e será formada por Dom Diego Rafael Padrón, Bispo de Cumana (Venezuela); Dom Elkin Fernando Álvarez, Bispo auxiliar de Medellin (Colômbia); Dom Edmundo Valenzuela, Arcebispo de Asunción (Paraguai) e por Elvy Monzat, do Departamento Justiça e Paz do CELAM.
A XXXVI Assembleia Geral Ordinária do CELAM se realiza de 9 a 12 de maio em El Salvador (veja Fides 9/05/2017). Ontem, na abertura dos trabalhos, foi lida a carta que o Papa Francisco enviou para incentivar o compromisso dos Pastores que junto aos leigos devem levar adiante a Igreja missionária na América, uma Igreja em saída, como afirmado pelo Papa em sua carta, olhando o exemplo de Nossa Senhora Aparecida, cuja imagem celebram este ano os 300 anos da aparição. (CE) (Agência Fides, 10/05/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network