AMÉRICA/COLÔMBIA - Abusos e violências contra menores. Não diminuem os casos entre recém-nascidos

Quarta, 26 Abril 2017 menores  

Internet

Bogotá (Agência Fides) –Segundo dados oficiais, a cada 120 minutos na Colômbia se difunde uma notícia de abusos sexuais. Em dez casos, sete são têm crianças como vítimas. Em 80% das denúncias, o agressor é alguém conhecido, como pais, parentes, amigos ou outros menores. Em janeiro e fevereiro deste ano, os investigadores do departamento que se ocupa da tutela de Infância e Adolescência receberam 2.600 denúncias de violência sexual contra menores. Durante 2016, o Instituto de Medicina Legal acompanhou 17.908 casos de menores vítimas de denúncias de possível abuso sexual. 2017 não promete bem.
De janeiro a março, foram assistidos 4.315 menores de 17 anos. O maior número de casos é constatado em meninas e meninos de 10 a 14 anos. Em seguida, crianças entre 5 e 9 anos. Não são poupados desta crueldade nem mesmo os bebês. Quase 500 crianças, recém-nascidas e até 4 anos, foram submetidas a exames médicos pela suspeita de abusos. A legislação colombiana estabelece como punição máxima de menores uma pena de 8 anos, aplicável apenas em caso de homicídio. A pena máxima é de 60 anos de cárcere, mas são muitos os que querem a prisão perpétua para os autores deste tipo de crime.
(AP) (26/4/2017 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network