ÁFRICA/REP. CENTRO-AFRICANA - O projeto do vilarejo “Papa Francisco” para recordar a sua visita em 2015

Quinta, 20 Abril 2017 papa francisco   paz  

Bangui (Agência Fides) – Um vilarejo intitulado ao Papa Francisco como local de encontro das diferentes comunidades religiosas da República Centro-Africana. É o projeto que está em fase de estudo por parte da delegação vaticana de especialistas para o país, em colaboração com a Plataforma das Confissões Religiosas da Rep. Centro-Africana (PCRC). “O Papa declarou Bangui capital espiritual da humanidade. Abriu uma porta santa em Bangui. Foi a primeira vez na história da Igreja que uma porta santa foi aberta fora do Vaticano”, recordou Martin Nkafo Nkamitia, Diretor do Departamento dos Estudos para a Promoção da Cultura Africana e chefe da delegação vaticana de especialistas para a Rep. Centro-Africana.
São instituições que não podem ser ignoradas. Por isso, pensamos em criar como memória perene da visita do Papa Francisco à República Centro-Africana um vilarejo que poderá ser o ponto de encontro entre todas das comunidades religiosas do país. É um projeto amplo, mas conseguiremos”, disse.
O projeto do vilarejo “Papa Francisco” foi apresentado ao Presidente da República Centro-Africana, Faustin Archange Touadera, e ao Prefeito de Bangui, Blaise Nakombo, por ocasião da criação como cardeal do Arcebispo de Bangui, Dieudonné Nzapalainga.
A visita do Papa Francisco à República Centro-Africana de 29 a 30 de novembro de 2015 (veja Fides 28/11/2015), deixou uma forte recordação no país, sobretudo no plano das relações inter-religiosas, graças também à visita do Pontífice aos deslocados acolhidos na mesquita central do bairro PK5. (L.M.) (Agência Fides 20/4/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network