ÁSIA/MALÁSIA - Arcebispo Leow aos jornalistas católicos: “Manter juntos verdade e realidade”

Terça, 4 Abril 2017 comunicações sociais   meios de comunicação de massa   signis   leigos   evangelização  

Kuala Lumpur (Agência Fides) - “Sejam honestos e transparentes em seus escritos. Sempre atentos à verdade. Na competição pela rapidez da notícia não se pode ignorar a veracidade e a validade da mesma notícia. Como católicos, com uma consciência iluminada, somos chamados a manter juntos realidade e verdade”: Foi o que disse o arcebispo Julian Leow, responsável pela comunidade de Kuala Lumpur, num discurso no seminário intitulado “Comunicando esperança e verdade”, organizado nos dias passados na capital da Malásia pela seção asiática da organização católica “Signis” e reservada aos jornalistas católicos que trabalham no continente. Segundo Fides, o Arcebispo Leow refletiu sobre o significado da mensagem: “Vocês mesmos são a mensagem: seu estilo de vida, os valores incorporados, as pessoas que são. O testemunho de vida fala mais que os escritos. É preciso ser pessoas íntegras, até mesmo recusando a escrever algo que os chefes pedem para escrever, se isso vai contra a consciência”.
O seminário foi focado em comunicar esperança e confiança e lutar contra as falsas notícias. Participaram mais de 20 jornalistas de 13 países asiáticos: Malásia, Indonésia, Tailândia, Camboja, Vietnã, Japão, Índia, Paquistão, Bangladesh, Sri Lanka, Coreia, Filipinas e Cingapura. Como observou Jim McDonnell, do Secretariado geral de “Signis”, a organização pretende oferecer apoio aos jornalistas no âmbito internacional e enfrentar os desafios da falsa notícia, promovendo a ética global no jornalismo, na nova era da mídia. Signis tem como objetivo formar uma rede de jornalistas e reforçar a solidariedade profissional.
Augustine Anthuvan, de Signis Cingapura, ajudou os participantes a desenvolver ideias para trabalhar em conjunto e pediu para “pensar em parceria”, enquanto Alan John, diretor de Asia Journalism Fellowship examinou com os participantes os mecanismos das notícias falsas, propaganda de informação enganosa, conteúdos que alimentam o ódio. Após a apresentação de Terence Fernandes, consultor da Malásia para gerenciamento de mídia, o seminário se concluiu com uma comparação entre os presentes, sobretudo na ótica de estabelecer ligações entre os profissionais dos meios de comunicação católicos nas respectivas nações. (PA- AG) (Agência Fides 4/4/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network