ÁSIA/INDONÉSIA - Um novo arcebispo em Semarang, pronto para o Dia da Juventude Asiática

Quarta, 29 Março 2017

Semarang (Agência Fides) - Pe. Robertus Rubiyatmoko será consagrado Arcebispo de Semarang, em Java Central, em 19 de maio, e o primeiro grande evento que acompanhará como Pastor da comunidade local é o Dia da Juventude Asiática (Asia Youth Day, AYD) que a Arquidiocese de Semarang hospedará três meses depois: o AYD, evento que se realizará em Yogyakarta de 30 de julho a 9 de agosto, reunirá na Indonésia mais de 3 mil jovens católicos de 29 países asiáticos sobre o tema “Juventude asiática em festa: viver o Evangelho na Ásia multicultural”.
Como Pe. Robertus Rubiyatmoko explica na conversa com a Agência Fides, o tema está em sintonia com o plano pastoral da Arquidiocese de Semarang, que pretende “levar a civilização do amor à sociedade indonésia”. “Desejamos que a juventude católica da Arquidiocese de Semarang e de todos os países da Ásia saiba apreciar e viver com coragem na sociedade multicultural e esteja presente dentro daqueles contextos para levar a luz de Cristo, de modo que Ele viva realmente na sociedade plural”, observa o novo bispo. Pe. Rubiyatmoko considera importante que “os jovens católicos desenvolvam uma boa cooperação e formem redes”, mantendo-se em contato entre si e abrindo-se aos jovens de outras religiões, no espírito de partilhar o bem com todos os jovens de boa vontade.
Falando de sua próxima consagração episcopal, o sacerdote explica que ainda não escolheu o seu lema, mas que “se deixará inspirar pela Misericordiae Vultus”. “Espero um dom abundante do Espírito de Deus – nota – que me dê a cada dia a graça de poder desempenhar a responsabilidade de Pastor segundo o coração de Deus e de acordo com a missão da Igreja universal”, nota o padre, que agora é Vigário judicial da arquidiocese.
O arcebispo nomeado agradece seu predecessor, o arcebispo Johannes Maria Pujasumarta, falecido prematuramente em 2015, que “ergueu as bases para a Pastoral na comunidade de Semarang, formulando algumas linhas-mestres quinquenais”. No primeiro quinquênio, o focus é “criar uma civilização do amor na Indonésia, contribuindo para construir uma sociedade inclusiva". "Não obstante as minhas fraquezas humanas, nada é impossível para Deus. Confio no dom de sua graça para fazer a sua vontade e confio na incessante oração dos batizados por meu serviço de Pastor”, conclui o pe. Rubiyatmoko. (PP- PA) (Agência Fides 29/3/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network