ÁFRICA/MOÇAMBIQUE - Mais de um milhão de crianças em situação de trabalho infantil: denúncia do Governo

Sexta, 24 Março 2017

F Mira

Maputo (Agência Fides) - O Governo de Moçambique denunciou a presença no país de um milhão e 400 mil crianças em situação de trabalho infantil por causa da pobreza e com um salário inferior ao mínimo aplicado no país. No decorrer da apresentação de uma pesquisa sobre a exploração dos menores, elaborada pela Universidade local Eduardo Mondlane, as autoridades pediram uma lista dos trabalhos perigosos para proteger as crianças. Segundo dados do estudo, 44% das crianças e adolescentes consultados afirmaram que a maior parte do trabalho infantil se concentra no comércio ilegal, 14% trabalha para ajudar a família.
Cerca de 12% dos entrevistados disseram trabalham em bares e restaurantes, 11% nos campos de família, 6% no setor de pescas e 5% nas atividades domésticas. Em Moçambique, a idade mínima para o trabalho é fixada a 18 anos. No entanto, a lei sobre o trabalho prevê que, excepcionalmente, é possível trabalhar a partir dos 15 anos. (AP) (24/3/2017 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network