ÁSIA/LÍBANO - Visita ao Líbano de Marine Le Pen. Na agenda também um encontro com o Patriarca maronita

Segunda, 20 Fevereiro 2017 política internacional   oriente médio   igrejas orientais   fundamentalismo religioso  

Michel Sayegh

Beirute (Agência Fides) – Caso se torne presidente da França, Marine Le Pen restabelecerá relações diplomáticas oficiais com a Síria de Assad e fará reabrir a embaixada francesa em Damasco. A candidata ao Eliseu, líder da Frente Nacional, confirmou suas intenções programáticas relativas ao dossiê sírio em entrevistas concedidas à imprensa libanesa durante a visita de 48 horas que está realizando no País dos Cedros. Em uma breve visita o ao Líbano, Marine Le Pen já foi recebida pelo Presidente Michel Aoun no Palácio presidencial de Babda. A agenda da breve viagem inclui ainda encontros com o Patriarca maronita Boutros Bechara Rai, com o Premiê libanês Saad Hariri e com o político Samir Geagea, líder das Forças libanesas.
No encontro com o Presidente Aoun – refere a mídia libanesa - Marine Le Pen contou ter-se referido ao combate ao fundamentalismo de matriz islâmica como área de colaboração entre Líbano e França, e afirmou a necessidade de um apoio internacional mais decidido para ajudar as instituições e a população libanesa a enfrentar a emergência dos refugiados provenientes de Síria e Iraque. (GV) (Agência Fides 20/2/2017).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network