ÁFRICA/REPÚBLICA CENTRO-AFRICANA - Mais de 20 mil deslocados em Bambari por causa de confrontos entre as facções ex Seleka

Sexta, 17 Fevereiro 2017

Bangui (Agência zia Fides) - São mais de 20 mil os habitantes de Bambari obrigados a fugir e se refugiar na floresta por causa dos combates entre as duas facções rivais da ex rebelião Seleka. Foi o que divulgaram as autoridades da República Centro-Africana e da MINUSCA (Missão da ONU na República Centro-Africana). Bambari (situada no centro do país) e arredores são teatro do confronto entre a Front Populaire pour la Renaissance de Centrafrique (FPRC) e a Unité du Peuple Centrafricain (UPC). Num bombardeio perpetrado por um helicóptero da MINUSCA morreu, em 11 de fevereiro, um dos chefes da FPRC, o “general” Joseph Zoundéko.
A UPC e a FPRC são somente duas das facções armadas que nasceram do desmembramento do Seleka. Estes grupos podem se aliar ou se combater, conforme as circunstâncias, para o controle das atividades econômicas, desde a exploração das minas (como as de ouro na área de Bambari), à extorsão ao longo das estradas, roubos de gados e contrabando. Por outro lado, os antibalaka, grupos de autodefesa criados para combater os rebeldes Seleka, entram também neste jogo de alianças e rivalidades por motivos essencialmente econômicos e criminosos. (L.M.) (Agência Fides 17/2/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network