ÁFRICA/SUDÃO DO SUL - Guerra civil: 200 mil pessoas correm risco de fome no estado de Amadi

Quinta, 16 Fevereiro 2017

Juba (Agência Fides) – Mais de 200.000 civis necessitam de ajudas humanitárias urgentes no estado de Amadi, no Sudão do Sul. Foi a afirmação feita à Rádio Tamazuj pelo Governador do estado, Joseph Ngere Pachiko, que disse que as reservas alimentares escasseiam depois que as tropas da SPLA-IO, a rebelião liderada pelo ex Vice-Presidente Riek Machar, entraram na área e obrigaram a população a fugir.
“Examinamos a situação e constatamos que as pessoas escaparam deixando seus pertences. Os agricultores não conseguiram colher a safra porque fugiram quando Riek Machar e suas tropas chegaram na área”, disse o governador, lançando um apelo para que as organizações humanitárias intervenham para assistir a população, em estado de necessidade.
A guerra civil no Sudão do Sul provocou mais de 2 milhões e 200.000 desalojados internos e refugiados nos países limítrofes. (L.M.) (Agência Fides 16/2/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network